Entenda tudo sobre fossas sépticas e a importância de sua manutenção

O que é uma fossa e porque é importante a limpeza?

A fossa séptica é um tratamento de esgoto, mais comum em locais que não contam com serviços de saneamento básico, como zonas rurais.

Ela funciona como depósito de materiais que impedem a passagem de resíduos e facilitam o tratamento da água e realizam a decomposição.

É indicado construir perto de banheiros e ser instalado num nível mais baixo do terreno para evitar a contaminação quando tiver algum vazamento.

Por ser um compartimento que retém matéria sólida, é fundamental que uma empresa especializada realize essa limpeza constantemente para evitar falhas no funcionamento, problemas como mau-cheiro e proliferação de pragas.

A falta de cuidado  pode causar diversos problemas, principalmente da acumulação de lodo e outros resíduos.

O acúmulo dessas substâncias pode fazer com que os resíduos e lodo presentes no interior da  fossa transbordem.

Devido a uma limpeza insuficiente,  as fossas sépticas podem apresentar  outros problemas  e podendo ser feita até mesmo uma reparação.

Como é feita a limpeza de fossa?

Há um processo específico para cada tipo de fossa, assim como para as caixas de gordura.

Para ter resultados positivos, é importante contar com empresas limpa fossa capacitadas, por saberem como proceder para uma manutenção adequada.

A limpeza tem como objetivo retirar todo lodo existente.

O primeiro passo é escolher o melhor dia para fazer a limpeza, pois durante o serviço o reservatório da residência não poderá ser utilizado.

  • Retirar a tampa e deixar que ela fique destampada por alguns minutos 

Dessa maneira, os gases que são produzidos dentro da fossa podem ser retirados com mais facilidade. Caso esses gases fiquem ali por muito tempo podem causar riscos à saúde.

  • O material de dentro da fossa é retirado com uma mangueira

Na maioria das vezes somente um caminhão consegue retirar essas substâncias e descartar em um local apropriado.

Uma dica muito importante é não retirar o lodo totalmente, para garantir que o tratamento continue após a limpeza.

Em alguns casos, quando se tira a tampa da fossa séptica percebe-se que muitas vezes o lodo que lá se encontra está bastante sólido, nestes casos é necessário diluir com água.

Com qual periodicidade deve ser feita a limpeza de fossa?

Essa é uma dúvida muito comum, mas sem uma resposta concreta e vai depender do caso.

Mas recomenda-se que a limpeza da fossa séptica seja feita pelo menos uma vez por ano.

Lembrando sempre que cada caso é um caso, e que depende muito também da quantidade de pessoas que moram na residência.

O que acontece se não realizar a limpeza da fossa?

Não realizar a limpeza de fossa séptica faz com que ela atinja a sua capacidade máxima e transborde.

Caso esta situação aconteça, você irá sentir um cheiro insuportável, e também irá perceber o surgimento de pragas e pôr em risco a saúde  das pessoas que vivem ao seu redor.

E as más notícias não param por aí, caso a limpeza da fossa não seja feita, pode também contaminar o solo e os lençóis freáticos que são na maior parte dos casos usados como água potável.

Dessa forma, pode contaminar também a água que a população bebe aumentando os riscos à saúde pública.

Tipos de fossa

Uma das mais importantes atividades do saneamento básico é o tratamento de esgoto, que é a remoção e tratamento dos dejetos de residências e comerciais. Mas em locais nos quais esse tratamento não é eficaz, como por exemplo em bairros rurais, utilizam-se as estações primárias de esgoto, denominadas fossas. As mais utilizadas são as fossas secas,as negras e as sépticas.

  • Fossa Negra

A fossa negra é um modelo mais rústico, oferecendo mais riscos ao meio ambiente e ao usuário. Ela é escavada diretamente no terreno, sem nenhum tipo de revestimento. 

Neste tipo de fossa, os dejetos caem diretamente no solo, uma parte deles entra no solo e outra sofre a decomposição no fundo do compartimento, sem escoamento.

É uma alternativa relativamente barata, e em diversas regiões do país é proibida, sendo uma maneira provisória.

  • Fossa Séptica

Ela é feita de cimento ou alvenaria, a fossa séptica é umburaco subterrâneo que separa os materiais sólidos e líquidos.

A primeira é que as bactérias absorvem os resíduos existentes. 

Em seguida, os resíduos suspensos são despejados em outro recipiente. 

Além disso, estabiliza os gases, permitindo que os efluentes sejam devolvidos à natureza sem causar danos.

  • Fossa Seca

A fossa seca tem como objetivo armazenar todo material orgânico sólido, não sendo adequada para líquidos.

Sua construção deve ser feita pelo menos 10m da casa e 15m de qualquer fonte de água.

Esse tipo de fossa é diferente das demais por não permitir a mistura do material orgânico com qualquer tipo de líquido e, por isso recebe esse nome, e ela deve ser construída longe de lençóis freáticos.

Obrigado por ter lido nosso artigo até aqui.

Conheça Também a totalservicedesentupidora.com.br que trabalha com caça vazamento Goiânia a muitos anos, e feito historia na cidade de Goiânia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *